O Bandeira Azul é um programa internacional de certificação ambiental para praias, marinas e embarcações. Saiba mais...

Júri Internacional aprova 6 praias e 3 marinas brasileiras para a temporada Bandeira Azul 2016/2017

Em reunião realizada em Copenhagen (Dinamarca), o Júri Internacional do Programa Bandeira Azul avaliou as candidaturas a Bandeira Azul para os países do Hemisfério Sul. Nesta ocasião odos os nove inscritos do Brasil foram aprovados para a temporada Bandeira Azul 2016/2017. Este ano se inscreveram seis praias e três marinas. Dentre os candidatos inscritos são seis renovações e três novas candidaturas que terão a sua primeira temporada iniciando em novembro. Os candidatos que tiveram sua renovação aprovada foram: a Praia do Tombo, no Guarujá (SP); a Prainha, no Rio de Janeiro (RJ); a Praia de Palmas, em Governador Celso Ramos (SC), e a Praia da Lagoa do Peri, em Florianópolis (SC), além da Marinas Costabella, em Angra dos Reis (RJ), e da Marinas Nacionais, no Guarujá (SP). A Praia de Ponta de Nossa Senhora, em Salvador (BA), a Praia Grande, em Governador Celso Ramos (SC), e o Iate Clube de Santa Catarina, em Florianópolis (SC) terão neste ano a sua primeira temporada. O Júri Internacional é composto pela Foundation for Environmental Education (FEE), World Conservation Union (IUCN), European Union for Coastal Conservation (EUCC), United Nations Environmental Program (UNEP), World Tourism Organization (WTO), World Health Organization (WHO), International Life Saving (ILS), International Council of Marine Industry (ICOMIA) e Reef Check Program. O Programa Bandeira Azul é um selo de caráter socioambiental amplamente reconhecido em todo o mundo. Foi criado pela FEE – Foundation for Environmental Education (http://www.fee.global), uma instituição internacional com diversos integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o IAR – Instituto Ambientes em Rede (www.iarbrasil.org.br / www.bandeiraazul.org.br ). As praias e marinas...

Bandeira Azul foi apresentado em Curso básico de nadadores salvadores

Durante os dias 15 a 26 de agosto aconteceu em Cabo Frio, RJ o Curso Básico de Nadadores Salvadores. O curso teve como objetivo motivar a atualização profissional e educacional, tanto para a sociedade civil quanto para os integrantes da guarda marítima dos municípios da Região dos Lagos do Estado do Rio de Janeiro, sob a gestão do CMT Sérgio Guedes e do Professor Osni Guaiano. Na ocasião, os alunos tiveram a honra de receber a visita da Gestora da Saúde Meio Ambiental e Inspetora voluntária do Programa Bandeira Azul Brasil, Sra. Paloma Arias Ordiales, a qual palestrou sobre o Programa e elucidou as dúvidas dos alunos sobre o a Bandeira Azul no Brasil e no mundo. Por Paloma...
Programa Bandeira Azul participa do Festival das Baleias 2016

Programa Bandeira Azul participa do Festival das Baleias 2016

Durante os dias 03 a 07 de agosto estarão reunidos em Prado, BA pesquisadores, estudantes, empresários, gestores públicos para o Festival das Baleias de 2016. O evento tem como principal objetivo debater sobre a importância estratégica da preservação dos recursos costeiros e oceânicos. Outro importante aspecto é a incorporação de novos conhecimentos que gerem resultados econômicos a médio e longo prazo. Neste contexto surgem novas oportunidades de negócios que incluem a implantação de técnicas adequadas de pesca, maricultura e turismo sustentável. O evento proporciona ainda a possibilidade de diálogo entre gestores públicos e empresários sobre condições de uso de recursos marinhos e os possíveis efeitos e impactos sociais, econômicos e ambientais destes usos. Busca manter também o foco na valorização e preservação de atividades tradicionais, cultura popular e recursos regionais. O Programa Bandeira Azul será apresentado dentro das atividades do evento e haverá ainda uma visita técnica da coordenadora do Programa nas praias do município de Corumbau. “A participação do programa no Festival das Baleias é muito importante para a sua expansão no Brasil, principalmente neste momento em que o programa lança a nova categoria de certificação para Operadores de Embarcações de Turismo Sustentável” comenta Leana Bernardi, coordenadora nacional do Programa no Brasil. “Esta nova categoria de certificação contempla várias atividades náuticas que incluem observação de baleias e mergulho, entre outras” complementa...

Bandeira Azul amplia suas operações e passa a certificar Barcos de Turismo Sustentável

Ao longo dos últimos três anos, o programa Bandeira Azul vem trabalhado na expansão do selo para premiar também os Operadores de Embarcações de Turismo Sustentável. Desde o seu lançamento, em 1987, na França, o Programa Bandeira Azul vem crescendo, não só no que diz respeito ao número de países membros e locais premiados, mas também no conhecimento sobre os ambientes marinhos e de água doce. A revisão constante dos seus critérios, bem como a disseminação de melhores práticas fazem da Bandeira Azul um selo altamente dinâmico que leva muito a sério novos desafios e mudanças contínuas. Bandeira Azul decidiu dar um novo passo e expandir seu trabalho para atividades de turismo náutico. A partir de 2016, os operadores turísticos que oferecem atividades náuticas, como mergulho, observação da natureza, observação de baleias, passeios de pesca e charter podem ser premiados se estiverem em conformidade com o conjunto de critérios da Bandeira Azul. Os critérios dizem respeito a educação ambiental e informação, gestão ambiental, segurança e serviços, responsabilidade social e turismo responsável. “O programa Bandeira Azul oferece um padrão global que operadores de turismo náutico ao redor do mundo devem se esforçar para alcançar para ajudar a manter um oceano saudável – para os animais e os seres humanos “, afirma Cynde McInnis, co-presidente do Cetacean World Alliance. Ao estender o programa e incluir operadores de barco de turismo sustentável em sua rede, o Programa Bandeira Azul pretende fortalecer a sua reputação de ser um selo socioambiental confiável e forte. “As atividades náuticas vem passando por uma democratização nos últimos dez anos, e atualmente não são mais apenas privilégio da...

Prêmio Destinos Sustentáveis Top 100 – 2016

Temos o prazer de anunciar que o Instituto Ambientes em Rede se tornou parceiro do prêmio Destinos Sustentáveis Top 100 – 2016. Durante o junho você tem a oportunidade de nomear o seu destino para esta competição. Ao candidatar-se ao Top 100 você poderá expandir sua rede e capacidade de exposição internacional. Esta premiação poderá abrir portas para compartilhar experiências com outros destinos, além de aproximá-los de especialistas internacionais em sustentabilidade no turismo. Através dos parceiros da mídia, os destinos selecionados para o Top 100 receberão muita publicidade. O “Destinos Sustentáveis Top 100 – 2016” é consequência da pesquisa “National Geographic Traveler’s Destination Stewardship (2004 – 2010) e do Sustainable Destinations Glogal Top 100 de 2014. A competição é uma iniciativa conjunta do Green Destinations (Holanda), TravelMole (Reino Unido), Destination Stewardship Center (Estados Unidos) e Instituto Ambientes em Rede (Brasil), é ainda apoiado por 50 organizações e experts em sustentabilidade no turismo. Como funciona? Encontre a ficha de inscrição (“Nomination-registration Form”) na página Top 100. As candidaturas submetidas até 04 de julho de 2016 serão avaliadas em julho por uma equipe de especialistas internacionais e por um painel de seleção. Neste caso seu destino irá receber um feedback e poderá reencaminhar o formulário melhorado até 01 de agosto de 2016. Os resultados finais serão divulgados em um jantar de gala no Dia Mundial do Turismo, como parte do evento “Glogal Green Destinations Day” que acontecerá nos dias 27 e 28 de setembro em Ljubljana (Eslovênia). Ao proporcionar o encontro entre destinos e fornecedores de produtos e soluções ambientais este será o maior evento de gestão de sustentabilidade em destinos...
Júri Nacional Bandeira Azul avalia 9 candidatos a certificação para a temporada 2016/2017

Júri Nacional Bandeira Azul avalia 9 candidatos a certificação para a temporada 2016/2017

Em reunião realizada no dia 29 de junho em Brasília, o Júri Nacional do Programa Bandeira Azul avaliou nove candidatos à certificação Bandeira Azul para a temporada 2016/2017. Este ano se inscreveram seis praias e três marinas que tiveram sua documentação verificada e pelo Júri Nacional. Todos os candidatos avaliados foram aceitos pelo Júri Nacional e terão sua candidatura encaminhada para a avaliação do Júri Internacional que deverá se reunir em agosto na Dinamarca. O resultado final deverá ser divulgado somente em outubro. Dentre os candidatos inscritos são seis renovações e três novas candidaturas que, se aprovadas pelo Júri Internacional, terão a sua primeira temporada no próximo verão. Os candidatos a renovação são: a Praia do Tombo, no Guarujá (SP); a Prainha, no Rio de Janeiro (RJ); a Praia de Palmas, em Governador Celso Ramos (SC), e a Praia da Lagoa do Peri, em Florianópolis (SC), além da Marinas Costabella, em Angra dos Reis (RJ), e da Marinas Nacionais, no Guarujá (SP). A Praia de Ponta de Nossa Senhora, em Salvador (BA), que teve sua candidatura aprovada no ano passado, mas não hasteou a Bandeira, se une a Praia Grande, em Governador Celso Ramos (SC), e ao Iate Clube de Santa Catarina, em Florianópolis (SC), na conquista da primeira temporada. O Programa Bandeira Azul é um selo de caráter socioambiental amplamente reconhecido em todo o mundo. Foi criado pela FEE – Foundation for Environmental Education (http://www.fee.global), uma instituição internacional com diversos integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o IAR – Instituto Ambientes em Rede (www.iarbrasil.org.br / www.bandeiraazul.org.br ). As praias e marinas...

Bandeira Azul Brasil realizou em maio seu IX Workshop Nacional

O evento aconteceu na Associação Comercial do Rio de Janeiro nos dias 23 e 24 de maio e foi organizado pelo Instituto Ambientes em Rede em parceria com o Sebrae no Pódio. Foram dois dias de encontro onde estiveram reunidos representantes de praias e marinas de diversos estados brasileiros, além de entidades membro do Júri Nacional. O primeiro dia de evento, aberto ao público, contou com diversas palestras de temas relevantes a gestão de praias e marinas. Durante a manhã foi apresentado pelo Sr. Francisco Marins o projeto Sebrae no Pódio e por Leana Bernardi o programa Bandeira Azul. Em seguida tivemos a fala de representantes de duas entidades membros do Júri Nacional, a Acatmar e Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA). Leandro “Mane” Ferrari representando a Acatmar falou sobre o mercado náutico e o tema segurança na água foi apresentado pelo Dr. David Szpilman representando a SOBRASA. Ainda pela manhã os presentes tiveram a oportunidade de conhecer o caso de sucesso da Marina Costabella já em sua sexta temporada Bandeira Azul. Para abrir as apresentações da tarde Paloma Arias falou sobre os 30 anos do programa Bandeira Azul no mundo. Em seguida, a Secretária do Meio Ambiente do Guarujá, Sra. Lucia Helena da Silva apresentou o caso da Praia do Tombo; o Prefeito de Governador Celso Ramos, Sr. Juliano Campos apresentou a Praia de Palmas e o Gestor do Parque Natural Municipal de Grumari Sr. Alexandre Chagas falou sobre o caso da Prainha no Rio de Janeiro. Encerramos a tarde com a fala do Cap. de Fragata Newton Lopez Júnior sobre a importância das normas da Autoridade Marítima...

Bandeira Azul no II Congresso Ibero Americano de Gestão Integrada de Áreas Litorais

Na primeira semana de maio Florianópolis foi sede do II Congresso Ibero Americano de Gestão Integrada de Áreas Litorais (II GIAL), evento que ocorre a cada quatro anos. O GIAL 2016 propõe dar continuidade a troca de experiências e conhecimentos, para melhorar a governança para a sustentabilidade costeira na Ibero América, dando prosseguimento e aprofundando as metas propostas no I Congresso Ibero Americano de GIAL. O primeiro Congresso GIAL, realizado em 2012, na cidade de Cádiz (Espanha). Durante o II GIAL, o programa Bandeira Azul foi apresentado na mesa de debate “Gestão e governança de praias”, como um dos instrumentos de gestão integrada de áreas litorais atuantes no Brasil. A coordenadora do Programa Leana Bernardi compartilhou informações sobre a metodologia, as conquistas e perspectivas do programa no Brasil. “Foi um momento de troca de experiências muito importante onde pudemos compartilhar com profissionais e pesquisadores de diversos países Ibero-americanos que já conhecem o programa”, comentou Leana Houve também a exposição oral de Bruno Balbi representante da Preamar, responsável pelo trabalho de adequação da Praia de Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe na Ilha do Frade em Salvador – BA. A praia de Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe está na fase piloto do programa. A saída de campo do evento levou ainda participantes a conhecer o caso da Praia da Lagoa do Peri em Florianópolis que foi condecorada com a Bandeira Azul em sua primeira temporada no verão passado. “A visita à Lagoa do Peri foi importante para ilustrar, principalmente para os visitantes de países onde o programa ainda não é desenvolvido, o que diferencia uma Praia Bandeira Azul das...
IX Workshop Bandeira Azul será no Rio de Janeiro

IX Workshop Bandeira Azul será no Rio de Janeiro

Será realizado nos dias 23 e 24 de maio o IX Workshop Nacional Anual do Programa Bandeira Azul, na sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro – ACRJ.  O programa concede um certificado internacional de qualidade de caráter socioambiental para marinas e praias e o encontro tem o objetivo de reunir os responsáveis pelas candidatas à certificação visando esclarecimentos sobre os critérios e a documentação de solicitação para a temporada 2016/2017, além de discutir sobre a sustentabilidade na gestão do turismo de sol e praia e turismo náutico. De acordo com Leana Bernardi, Coordenadora Nacional do Programa Bandeira Azul Brasil e do Instituto Ambientes em Rede, “o workshop é obrigatório para todos os candidatos e deve reunir representantes de vários estados, sendo o primeiro dia de seminário aberto a todos interessados, onde são oferecidas palestras sobre gestão de praias e marinas.  E o segundo dia dedicado somente aos representantes de praias e marinas inscritos no programa e consultores cadastrados”. O encontro também pretende debater sobre assuntos pertinentes ao Programa Bandeira Azul no contexto nacional e internacional e no Brasil são certificadas a Prainha, no Rio de Janeiro, a Praia do Tombo, em São Paulo, a Marinas Nacionais, em Guarujá-SP, a Marina Costabella – Angra dos Reis-RJ, a Praia de Palmas, em Governador Celso Ramos – SC e Lagoa do Peri, em Florianópolis – SC. Atualmente estão na fase piloto do programa as seguintes praias do Brasil: Praia de Areia Vermelha, Cabedelo – PB; Praia de Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe – Salvador – BA; Praia da Lagoa do Iriry, Rio das Ostras – RJ; Praia do Remanso,...
Programa Bandeira Azul foi uma as atrações da FIT Pantanal em Cuiabá – MT

Programa Bandeira Azul foi uma as atrações da FIT Pantanal em Cuiabá – MT

Aconteceu nos dias 20 a 24 de abril em Cuiabá, Mato Grosso a Feira Internacional de Turismo do Pantanal – FIT PANTANAL. As discussões permearam a sustentabilidade do turismo e o intercâmbio de conhecimentos técnicos e científicos e de projetos ecologicamente corretos, com foco na promoção de negócios do Turismo. Durante o evento aconteceram fóruns, reuniões, palestras e a EXPOTUR – Feira Internacional de Turismo onde os visitantes puderam ainda aproveitar o Festival Gastronômico: Sabores da Amazônia, Cerrado, Araguaia e Pantanal; a Mostra de artesanato e diversas apresentações culturais. As reuniões de destaque foram a do FORNATUR (Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo) e do ZICOSUR – Zona de Integração do Centro Oeste Sul Americano. O ZICOSUR é um fórum de caráter internacional, integrado por governos subnacionais (regiões, províncias, departamentos e estados) de seis países: Argentina, Bolívia, Brasil (MT, MS, SC), Chile, Paraguai e Peru. Trata-se de um processo de integração regional horizontal que congrega uma sub-região do Mercosul. No Núcleo do conhecimento os palestrantes puderam apresentar seus cases de sucesso e debater sobre sustentabilidade e turismo. O Programa Bandeira Azul despertou grande interesse dos representantes municipais e empresários do estado. A possibilidade de levar a Bandeira Azul para praias e marinas de água doce no centro do continente sul-americano encantou a todos. O programa foi apresentado pela sua coordenadora Leana Bernardi que afirmou que “o Brasil tem um potencial imenso de praias e marinas em águas interiores a serem certificadas pelo programa. Se houver interesse dos gestores as praias de água doce podem até superar o número de praias costeiras que apresentam muitos problemas com...